Somos a turma do 4ºA da E.B.I. Elias Garcia na Sobreda. Neste blog mostramos as actividades que fazemos na sala de aula. Esperamos que se divirtam connosco!

19
Mar 09

Como hoje é Dia do Pai podemos dizer-lhe: adivinha quanto eu gosto de ti.

Foi com um livro que tem este título que fizemos imensas actividades. Querem ver?

 

 

Primeiro a professora mostrou-nos um cartaz com muitas personagens de histórias e estivemos a conversar sobre a importância de ler, as aventuras que se podem viver nos livros, as personagens que se podem conhecer e muito, muito mais...

 

 

De seguida, a professora leu-nos o livro "Adivinha quanto eu gosto de ti" e mostrou-nos as imagens. Estivemos muito atentos porque depois da leitura houve perguntas sobre a história ouvida!

 

 

 

Um das perguntas foi pensarmos noutras formas de acabar a frase: Gosto de ti até...

Vejam algumas das nossas respostas:

  • Gosto de ti até ao Sol.
  • Gosto de ti até outra Galáxia.
  • Gosto de ti até ao fim do mundo.
  • Gosto de ti até ao fundo do meu coração.

A professora também nos mostrou um pequeno filme que conta esta história. Querem ver?

 

 

 

De seguida a professora pediu para vermos a última página e para darmos a nossa opinião. Será que a pequena lebre castanha está a dormir ou acordada? Cada um deu o seu palpite. Também respondemos sobre o que achávamos que a pequena lebre estava a pensar ou sonhar. Aqui ficam algumas ideias:

  • A lebre pequena ficou a pensar no que irá dizer da próxima vez...
  • Ela está a pensar que nunca irá dizer nada maior do que a lebre grande.
  • A pequena lebre adormeceu, mas estava a pensar: nunca mais consigo ganhar...
  • A pequena lebre estava quase a adormecer e pensava: "nunca mais consigo pensar numa coisa que demonstre ainda mais amor..."
  • Quando o livro acaba, ficamos na dúvida se a lebrezinha está acordada ou a dormir e fica na nossa imaginação o que as lebres estão a pensar. Ficamos com vontade de ler mais.

 

Com os livros podemos fazer mil coisas, até música. Foi o que fez o André Sardet, ele pegou numa frase do livro e escreveu uma bela canção. Estivemos a ouvir com muita atenção, vejam lá que até fechámos os olhos!

 

 

Depois de ouvirmos a canção, a professora perguntou o que sentimos enquanto a canção estava a tocar. Sabem o que respondemos?

  • amor
  • fiquei com saudades do meu pai
  • imaginei que estava no hospital com a minha prima que vais nascer
  • lembrei-me do final do ano, dos passeios com os meus colegas
  • pensei na minha irmã
  • muitas saudades do meu cão que já está velhinho e é muito meu amigo
  • gostaria que o meu pais estivesse comigo aos fins de semana
  • pensei em amor, ternura e amizade
  • humanidade e amizade
  • senti-me perto das pessoas que amo
  • lembrei-me da minha cadela que morreu
  • a amizade da minha família. A amizade é muito importante.

     

De seguida, estivemos a pensar como poderíamos completar a letra da canção com outras palavras, por exemplo, em vez de já pensei dar-te uma flor podemos dizer já pensei dar-te um beijinho, ou um chocolate, ou um carinho, ou um passarinho... ideias não faltaram! Podemos comprovar...

 

  • Dar-te: um beijinho, um chocolate, amor, carinho, xi coração, livro...
  • Com: paixão, amor, abraço, uma carta, um desejo...
  • Sinto: as mãos, os lábios, o peito, a barriga...

Mas a verdade, é que a canção tem uma letra própria e foi essa que tivemos de descobrir para preencher uma ficha.

 

 

Fizemos a correcção da letra cantando, somos muito afinadinhos. Oiçam só um pouquinho...

 

 

 

A seguir a professora ensinou-nos o refrão da canção em Língua Gestual. Mas ela fez a canção toda com gestos! Foi bom aprender uma canção noutra Língua!

 

 

E como é Dia do Pai ainda usámos imagens e frases deste livro para completar a prenda dos nossos pais. Pois é, vamos oferecer um calendário e um marcador de livros cheios de miminhos!

Vejam como fizemos os calendários...

 

 

A primeira parte do calendário diz: Pai adivinha quanto eu gosto de ti... a segunda parte diz: gosto assim! E a terceira parte diz: Gosto de ti até à Lua!

 

 

E agora os marcadores de livros...

 

 

As prendas todas e os nossos embrulhos (bem originais e recicláveis)...

 

 

A professora pediu para fazermos a pergunta do livro aos nossos pais. Aqui ficam algumas respostas:

 

Pai, adivinha quanto eu gosto de ti...

  • Gostas de mim de Portugal até ao Brasil. Duas vezes!
  • Gostas de mim até ao céu!
  • Gostas de mim desde onde eu te conseguir abraçar!
  • Gostas de mim como do maior chupa-chupa do mundo!
  • Gostas de mim infinitamente!
  • Gostas muito, muito, muito do tamanho do mundo!

 

Quando a professora perguntou o que nos trazem os livros sabem o que respondemos? 

Os livros trazem-nos aventuras, emoção, saudades, criatividade, sentimentos, conhecimento e muita acção!

 

Digam lá se não se fazem mil coisas com os livros?

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Vanda Jorge às 21:21

comentários:
Quero deixar os meus parabens a esta actividade que, tal como todas as anteriores têm sido muito interessantes e didácticas ao ponto do meu filho me contar com imenso entusiasmo o que faz diariamente. Nos tempos que correm a equipa docente tem um efeito marcante no crescimento e aprendizagem curricular e moral de todas as crianças. Fico contente pela motivação e interesse que se reflectem nos conteúdos que ensinam.
Silvia Pereira a 24 de Março de 2009 às 20:57

Obrigada pelo comentário, deixa-me deveras orgulhosa saber que os meus alunos partilham com os pais as actividades desenvolvidas na sala de aula.
Penso que o mais importante é apaixonarmo-nos pelo que ensinamos. Não há dúvida que o entusiasmo é contagiante! Bjocas da prof. Vanda
Vanda Jorge a 24 de Março de 2009 às 22:18

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
17
20
21

22
23
25
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO